Fachada e Vitrine: Quem não é visto não é lembrado

15 Março, 2016
A fachada é seu cartão de visitas, ela deve mostrar de maneira objetiva o que você vende e para quem você vende. Parece muita informação para somente a entrada da loja? E é mesmo, e por isso não é tarefa fácil. 

Como decorar a fachada?

A regra aqui é menos é mais. Escrever diversas informações e encher a entrada da loja com vários banners de promoções, ou mesmo muitos produtos na vitrine, causam poluição visual e de fato nada informam. A escolha correta das cores, da iluminação e da posição da placa faz toda diferença na hora da sua loja ser percebida entre tantas outras. 

Um aspecto a ser analisado é o sentido do fluxo na sua rua, tanto do ponto de vista do pedestre quanto no de quem está dentro do automóvel, moto ou bicicleta. Por meio dessa observação é que se define a melhor posição de sua vitrine de modo que ela seja percebida por quem passa em frente a sua loja. A foto abaixo ilustra muito bem isso. Placa inclinada está posicionada conforme o fluxo dos carros. Isso aumenta as possibilidade de quem está dentro do carro visualiza - la.



Pensar na vitrine é tarefa importantíssima. A vitrine tem a missão de despertar o desejo e necessidade do produto exposto. A vitrine deve seduzir quem a vê, convidando o cliente a entrar e conhecer o produto. Para conseguir isso, é necessário entender os estímulos e contexto que levam as pessoas a definir um produto/serviço como algo relevante para sua vida. Com esse conceito formado se faz a seleção e exposição dos produtos. 

Novamente entram em cena a escolha correta das cores, materiais e iluminação. E nesse ponto temos a possibilidade criar cenários que envolvam o cliente. Pode – se então destacar uma data comemorativa importante, informar sobre uma nova tendência, tecnologia ou ainda contar uma história sobre a empresa ou produto. 

Para exemplificar vamos trazer o exemplo da Loja Hermès, em Lisboa. Para trazer a coleção de verão a loja trabalhou o tema fotografia onde cada vitrine conta um pouco dessa história. 

 

      As vitrines se comunicam criando uma cena. De um lado a modelo posando para o verão europeu e na vitrine do lado o fotográfo. Outras referências a fotografia são usadas para compor as demais vitrines. O quarto escuro para revelar fotos se tornou um local para expor acessórios. Na outra vitrine, uma grande máquina fotográfica revela os novos produtos da coleção. Fotos arquivo pessoal Complleta Design

E ai, o post te trouxe inspirações? Tá com dificuldade de montar sua vitrine? Nós podemos te ajudar. 
Complleta Design: Design e Identidade para o seu negócio! 


COMPARTILHAR


Comentários

Nenhum comentário feito.


Faça seu comentário:







COMPLLETA-DESIGN - Todos os Direitos Reservados © 2018